TODA CRIANÇA GOSTA DE BRINCAR E DE LER.

SEJA BEM-VINDO AO SITE DE LEITURA DA TURMA DO GUARANÁ. AQUI VOCÊ ENCONTRA HISTÓRIAS EM QUADRINHOS, CONTOS, DESENHOS E MUITA DIVERSÃO!

sábado, 3 de dezembro de 2011

TURMA DO GUARANÁ E A PEDRA DA MEXERICA

                                     Olá pessoal !
    Sou Paulo Alves. Agradeço a todos os que acessam o nosso blog. Todo o sábado tem postagem nova para vocês. Ao lado direito tem os arquivos do blog com muitas histórias divertidas.
       
     Hoje o dia está lindo em Lindópolis. O sol está radiante, e as pessoas estão contentes porque podem apreciar um dia agradável na praia. Um dia ensolarado como o de hoje também propicia aventuras por outras partes, como por exemplo, uma visita à Pedra da Mexerica.
     As crianças gostariam muito de visitar e apreciar a vista linda de Lindópolis, lá de cima. Há uma altura de 3.000 metros pode-se ver toda a Floresta Secreta e a cidade, de ambos os lados.  Por se tratar de uma escalada perigosa a Turma do Guaraná não pode ir. Por ser difícil o acesso, poucos aventureiros se arriscaram a atravessar a mata da Floresta Secreta  e chegar assim ao topo da Pedra. De lá tem-se notícias de um pé de mexerica, que já existe há mil anos. Pode-se até avistá-lo da Praia Linda, mas somente com o auxílio de um binóculo. Está lá, frondoso e solitário no topo da pedra. Conta-se que suas mexericas abrem-se ao amadurar e derramam o sumo adocicado que escorre lá do alto até embaixo, formando um belo lago alaranjado, conhecido como  Lago Doce. Muitos animais da Floresta Secreta vão até lá tomar do suco nas margens do lago: coelhos, cervos, esquilos e até araras. Mas cuidado, também têm abelhas que por nada neste mundo, perderiam uma festa doce como esta. Muitas abelhas ficam amontoadas próximas a margem, e ficam bravas se alguém se aproximar.
     As crianças não podem subir na Pedra, porém podem visitar o lago que fica pertinho. Então hoje, elas foram lá tomar suco de mexerica.  Humm! Que delícia. Docinho como mel.

     Pirrixa, só apronta mesmo. Foi até as abelhas por quê, disse à Paulinha, "onde têm abelhas  tem mel". Chegando lá, foi recebido por várias abelhas, que enfurecidas, voaram atrás dele. Correu, correu, na direção dos  seus amigos, que surpresos com tantas abelhas, correram também. E lá se foram, a criançada e o enxame de abelhas atrás. Pernas pra que te quero. Por sorte não levaram nenhuma ferroada. 
     Um dia, quando a mexeriqueira se for, deixará uma sementinha plantada, lá no alto da pedra, e passado algum tempo, novamente produzirá muitas mexericas que ao amadurarem, deixarão escorrer o suco delicioso que manterá vivo o Lago Doce. Os animaizinhos acham isso muito bom, e as abelhas também.
                              
                                         *  *  *


   Nas três semanas seguintes postarei um conto de Natal com a Turma do Guaraná. Aguardem.
    Deixo pra vocês um forte abraço.

Paulo Alves


Quer fazer uma camiseta com a marca da sua empresa?
Acesse e conheça a estamparia.




2 comentários:

Jacqueline disse...

Esse desenho do Lago da Mexerica ficou LINDO!!! Cheio de detalhes!!!

Paulo Alves disse...

Oi, Jacqueline.
Fiz este desenho para você e todos os leitores. Bem bonito e colorido e com uma historinha divertida, para alegrar os corações.

Beijo

Paulo Alves