TODA CRIANÇA GOSTA DE BRINCAR E DE LER.

SEJA BEM-VINDO AO SITE DE LEITURA DA TURMA DO GUARANÁ. AQUI VOCÊ ENCONTRA HISTÓRIAS EM QUADRINHOS, CONTOS, DESENHOS E MUITA DIVERSÃO!

sexta-feira, 11 de maio de 2012

O LEITÃO DO DIA DAS MÃES

      
                                                        Olá, querido Leitor.


      Nesta data tão importante, que é o dia das mães, não poderia passar sem ter uma postagem especial, para homenagear quem sempre esteve ao nosso lado, nos acalentando e protegendo.
     À todas as mães, daremos o nosso amor, carinho e respeito, hoje e sempre.


      Beijos à todas as mães


      Paulo Alves








O LEITÃO DO DIA DAS MÃES

     O dia das mães estava chegando, e as crianças estavam agitadas, pensando no que fazer para suas mães. Pirrixa e Paulinha decidiram então reunir toda a turma, e assim organizar uma bela festa. Acertaram que cada um iria dar uma contribuição.
       Foi então que Tampinha lembrou:
       - Eu tenho um porquinho recheado de moedas, que meu pai me dá toda semana.
       Guaraná coçou a cabeça em um momento de grande meditação, e disse:
       - Eu também tenho um porquinho... Na verdade, um leitão, pois ainda é filhote.
       - Quebra ele então! – disse Pirrixa.
       - Não posso quebrar, porque ele é de verdade. Quer que eu quebre o nariz do leitão?
       - Humm, então como tirar moedas de um leitão de verdade? Não dá. – respondeu o amigo Pirrixa.
     - Bem, eu também tenho umas economias guardadas dentro de um livro, que posso usar agora. Até porque é um momento muito importante, não é mesmo? – disse Bolacha, lembrando da mãe.
       Paulinha, lembrando de Dona Juju, sua mãe, disse com muito carinho:
       - Eu também, tenho um porquinho, mas ele é bem pequenino. Tem algumas moedas lá.
       Então as meninas juntaram tudo o que tinham e foram comprar o que precisavam para a festa.
      Guaraná e Pirrixa, que para variar, não tinham nem um centavo, resolveram fazer uma visita ao leitão. Chegando ao quintal, foram até os fundos, e lá viram Janjão, o leitão, que estava feliz da vida, tomando banho de lama, e logo que viu os meninos, saiu para comer nabos deliciosos.
       - Temos que levá-lo para a feira, e vendê-lo. Assim vamos ter dinheiro para comprar os presentes para nossas mães. – disse Guaraná.
       Pirrixa deu uma olhada para o bicho e levou até um susto.
       - Mas, veja como ele está! Todo sujo. Ninguém vai querer comprar ele enlameado.
     Então, os meninos deram um banho caprichado no leitão, passaram perfume, lixaram suas unhas e escovaram o pelo e os dentes. Ainda não satisfeito, Pirrixa correu em casa, e pegou no quarto de Paulinha, umas fitas coloridas, escondido, com vergonha, pois dizia que isso era coisa de menina.
       - Pra que essa fita? – perguntou Guaraná.
       - Pra por nele...
       - Eita! O porco é homem, não é mulher não!
       - Mas com estas fitas, ele vai valer o dobro do preço! - explicou Pirrixa.
       - Ah, tá bem. Vamos então.
     E eles foram à feira com o leitão, todo lindo e enfeitado com laços coloridos. Chegando lá, logo apareceu um comprador. Tratava-se do cozinheiro de um restaurante. Ele tinha um grande bigode, e usava seus trajes de trabalho, também  segurava uma grande bandeja na mão, e vinha na direção dos meninos, perguntando:
       - Meninos, quanto querem no leitão?
       Antes mesmo dos garotos responderem, o leitão se assustou, se imaginando na bandeja com uma maçã na boca sendo servido como almoço, e correu em disparada. Os meninos foram atrás de Janjão.
      - Pobre do Janjão. Não vou mais vendê-lo. – decidiu Guaraná, arrependido.
      - Aquele cozinheiro bigodudo, não tava com boas intenções. – lembrou Pirrixa.
     O leitão assustado, correu pela rua, virou na esquina e entrou na primeira porta que encontrou, e os meninos atrás. Era um imenso salão de um prédio, e no local acontecia um concurso, que escolheria o mais elegante e lindo bicho de estimação.
     No salão, o leitão se acalmou, e caminhava entre as pessoas todo pomposo e elegante. Enfeitado e cheiroso como estava, chamou a atenção de todos. Então, o organizador do concurso perguntou:
       - De quem é tão charmoso leitão?
       - É meu. – respondeu Guaraná.
       - Parabéns, menino de capacete!
       - Não tenho capacete! Isso aqui é o meu cabelo, que deixo crescer. – disse Guaraná, zangado, saindo aquelas fumacinhas da cabeça, igual de histórias em quadrinhos.
       - Pois é, jovem menino, o que importa é que seu leitão acaba de ganhar o prêmio maior do concurso, por ser o mais cheiroso e elegante bichinho que está aqui.
        - Caramba!!! Que bom! – gritou de alegria, abraçando o Janjão, o leitão fujão.





       Guaraná recebeu o prêmio, que era uma caixa com finos bombons, e um extraordinário e inacreditável buquê de flores, além de uma banheira de banho e um ano de alimentos deliciosos para Janjão.
        Na casa de Bolacha, já acontecia a festa do dia das mães, e lá chegaram Guaraná, Pirrixa e Janjão.
       Guaraná deu para sua mãe a caixa de bombons finos, e Pirrixa, deu o lindo buquê de flores. As meninas estavam arrumando a mesa para o almoço, e as mães conversavam muito - BLÁ, BLÁ, BLÁ! – em meio a muita alegria.
        Todos estavam prontos para almoçar... Mas antes de sentarem a mesa, Guaraná e Pirrixa foram tomar um banho, porque estavam suados e fedendo, ao contrário do leitão que estava cheiroso, escovado e arrumado.

FIM





NÃO DEIXE DE VER AS POSTAGENS ANTERIORES, QUE ESTÃO RECHEADAS DE HISTÓRIAS E DESENHOS PARA VOCÊ!!!



T
ODA TERÇA E SEXTA TÊM POSTAGEM NOVA.
Participe do blog, tornando-se membro e deixando seu comentário.
O e-mail :  turmadoguarana@hotmail.com




Até terça, quando trarei mais aventuras com a Turma do Guaraná.






4 comentários:

Blog do Paulo Gibi disse...

Muito legal a história para o dia das mães, elas merecem. Que leitão ajeitado, rsrs ganhou até prêmio. Parabéns amigo, que venham muitas histórias desta turminha. Abs.

Anônimo disse...

Fala, Paulo!

Parabéns pelo trabalho. Está ótimo, muito bom mesmo.

Agrande abraço

Carlos junior.

Paulo Alves disse...

Fiz esta história com muito carinho para elas, porque merecem.
Este é o primeiro ano da Turma, e até setembro, mês em que o blog foi criado, ainda postarei muitas histórias divertidas.
Obrigado pela visita.

Paulo Alves disse...

Carlos Junior,
Procuro fazer o melhor para as crianças.
Obrigado pela visita e volte sempre.
Abraço!