TODA CRIANÇA GOSTA DE BRINCAR E DE LER.

SEJA BEM-VINDO AO SITE DE LEITURA DA TURMA DO GUARANÁ. AQUI VOCÊ ENCONTRA HISTÓRIAS EM QUADRINHOS, CONTOS, DESENHOS E MUITA DIVERSÃO!

sábado, 16 de agosto de 2014

A Turma do Guaraná e o abominável menino das neves

Olá, amiguinhos!
Muito bom nos encontrarmos aqui mais uma vez.
Hoje, trago uma historinha super divertida para você.


O abominável menino das neves

       Paulinha e Tampinha conversavam sobre o clima.
       – Nossa, Paulinha! Meus dentes estão batendo, fazendo tec-tec!
       – Certamente é por causa do frio, que já chegou! – respondeu Paulinha.
       – Isso mesmo, amigas! Estamos no inverno, a estação mais fria do ano! – respondeu          Bolacha, que chegara naquele instante, e explicou mais – Temos ainda dois tipos de invernos: o inverno austral, no hemisfério sul do planeta, e o inverno boreal, no hemisfério norte.
        – Então o nosso inverno é austral, porque Lindópolis está no hemisfério sul – concluiu Tampinha.



        Aconteceu que Guaraná e Pirrixa queriam dar um susto nas meninas. Guaraná se fantasiara de abominável homem das neves, e se escondeu atrás da velha jaqueira, na praça.
       Então, Pirrixa, avistando as meninas e ouvindo a conversa, aproximou-se
       – Então, cadê a neve? – perguntou Pirrixa – Inverno que se preza tem neve.
       – Aqui, não neva porque seria necessário que a temperaturas do solo e da atmosfera estivessem em torno de zero grau. O que não acontece - explicou Bolacha.
       – Se assim fosse, nós estaríamos congelando! BRRR! – gritou Tampinha.
       – É... Mas estou sabendo que por aqui tem o abominável homem das neves – disse Pirrixa.
       – Abominável homem das neves? Quem é este? – perguntaram as meninas, gritando.
       – É um monstro terrível, muito alto, coberto de pelos brancos, que durante o inverno desce das montanhas geladas para atacar as cidadezinhas, como a nossa! – explicou pirrixa para assustar as meninas.
       – Ora, Pirrixa, o que estaria fazendo o abominável homem das neves por aqui? – perguntou a Bolacha.
       – Sei lá, mas não é bom descuidar – disse Pirrixa.
      Em seguida, o Guaraná, pulou de trás da jaqueira, dando um berro aterrador, mas as meninas perceberam que era ele, e disseram tratar-se de um abominável bicho preguiça branco. Mas, de repente.
       – Não, pessoal!  É o abominável homem das neves de verdade! Corram! – Bolacha gritou assim, porque vira aproximar-se da praça o verdadeiro abominável homem das neves, que estava perdido,vagando pela cidade. 
      Quando viram aquele ser gigante, peludo e todo branco, as crianças correram muito assustadas, inclusive o Pirrixa.
       Então, Guaraná, sem entender porque Pirrixa também correra assustado, já que ele sabia quem era que estava fantasiado de homem das neves, gritou.
       – Espere, Pirrixa! Sou eu, o Guaraná!
Guaraná estava de costas e não sabia que o verdadeiro homem das neves estava se aproximando.



        Então, o monstro, ao encontrar Guaraná, acreditou mesmo que ele fosse um menino das neves, e falou muito feliz:
       – Filhinho, finalmente te encontrei! Venha com papai.
        –Oh, não! O abominável homem das neves! – gritou o Guaraná – Socorro!
Então, ele saiu correndo, e o homem das neves atrás gritando “Venha cá filhinho! Vou te levar pra casa!”.

FIM




Tenho demorado a apresentar novidades aqui no blog porque ando trabalhando muito. Mesmo assim, com pouto tempo, não deixo de dar vida à Turma do Guaraná, escrevendo e desenhando as aventuras destes personagens tão queridos pelas crianças.

Em especial, quero dizer que gostei muito destes dois desenhos que fiz.

Amiguinhos, tenham um bom fim de semana, 
e até a próxima história.

4 comentários:

Nanda disse...

Muito fofa essa turminha!!

Paulo Alves disse...

Obrigado, Nanda!
Continue curtindo a Turma do Guaraná.

Paulo Alves

Historinhas da Suzaninha disse...

Corre Guaraná!!! rsrssss!!!

Excelente historinha, Paulo!!

Seu desenho está incrível!!

Fica com Deus.

Paulo Alves disse...

Olá Suzaninha!
Obrigado pela visita.
Esta história ficou realmente divertida. Já já, tem novidades por aqui. Continue acompanhando.

Paulo Alves