TODA CRIANÇA GOSTA DE BRINCAR E DE LER.

SEJA BEM-VINDO AO SITE DE LEITURA DA TURMA DO GUARANÁ. AQUI VOCÊ ENCONTRA HISTÓRIAS EM QUADRINHOS, CONTOS, DESENHOS E MUITA DIVERSÃO!

sexta-feira, 11 de outubro de 2019

Olá, amigos!
Apresento mais uma HQ com o tema primavera,
que começou no dia 23 de setembro e vai até o dia 22 de dezembro.


Mais uma primavera em nossas vidas.
Como é bom viver cada minuto destes dias, com consciência e alegria,
sempre cuidando da natureza, protegendo as florestas e as nascentes d'água.
Como é belo o nosso planeta.

Obrigado por acessar o blog da Turma do Guaraná.

Editores, para publicar esta e outras histórias, envie email para
turmadoguarana@hotmail.com

quarta-feira, 25 de setembro de 2019

TURMA DO GUARANÁ E A GALINHA MALUCA

Olá, amiguinhos!

Desenhei mais uma HQ para vocês.





Este desenho é para colorir



Até a próxima história.


domingo, 15 de setembro de 2019

O BLOG DA TURMA DO GUARANÁ, COMPLETA 8 ANOS

Olá, amigos!
Em 1998 eu criei a Turma do Guaraná, e desde então eu lutava para divulgá-la.
Muito tempo passou, e foi então que meu amigo, o desenhista Rogério, me disse:
 "Por que não cria um blog?"
Ele me explicou como fazer, e assim, meio confuso, sem entender no que daria tudo,
eu criei, numa tarde do dia 16 de setembro de 2011, o blog da Turma do Guaraná.
Abaixo, segue a postagem que deu início a tudo.

APRESENTAÇÃO DA TURMA DO GUARANÁ

Em breve todos conhecerão a turma do Guaraná.
São crianças líndricas (mais do que lindas) que vivem aventuras incríveis em Lindópolis. O Guaraná é um garoto de oito anos que leva uma vida como qualquer outra criança da cidade. Tem amigos divertidos como o Pirrixa e sua irmã Paulinha. 
Às vezes se metem em cada enrascada quando se deparam com as invenções da cientista da turma, que se chama Bolacha.  Mas a situação fica ruim mesmo é quando a turminha toda, sem querer esbarra com dois ladrões: Os irmãos Sem-vergonhas.
Seus nomes são Dalvo e Valdo que usam duas perucas loiras engraçadas, que vire-e-mexe caem de suas cabeças. Na verdade estes ladrões são tão atrapalhados. Tentam de tudo pra realizar seus planos sinistros, mas dão o maior azar quando a turma do Guaraná aparece, pois
 a turminha detona os dois, e seus planos maus vão por água abaixo.


 
GUARANÁ e PAULINHA  

Vou deixar aqui hoje somente uma ilustração pra vocês, como uma pequena amostra da turminha.
... \o/ ...

Viram que bacana!
Eu nem bem sabia o que escrever, mas pensei assim: 
"Ha! Deixa o coração me levar, vou escrever o que vier na minha cabeça, 
mas somente coisas bonitas, que agradem as pessoas, que as façam felizes."

o novo cartão TG

Daí em diante, não parei mais de escrever e desenhar.
Hoje o blog já conta com um acervo de aproximadamente 250 histórias, quadrinhos,
contos ilustrados, com diversos assuntos: educativos, informativos,
sobre ecologia, saúde das crianças e histórias engraçadas com a turma toda.

Agora, estamos iniciando mais um ano aqui.
Estou preparando novas histórias, porque a Turma  do Guaraná
não para, é para sempre.
Um abraço a todos!


segunda-feira, 26 de agosto de 2019

JUNTOS SALVAREMOS A TERRA

Olá, amigos!
Escrevi uma nova história e fiz um desenho que será o nosso tema neste ano.
A preocupação com o bem estar do nosso planeta está evidente nos noticiários,
por isso a necessidade de mostrar às  pessoas o que podemos fazer para protegê-lo.


       Mais uma vez o sol apareceu bem cedinho atrás das montanhas de Lindópolis.
     As meninas Bolacha, Tampinha e Paulinha caminhavam na praia catando conchinhas, quando viram uma tartaruga nadando em direção à praia. A pobrezinha estava se sufocando, pois um saco plástico enroscou em sua cabeça. Elas correram e tiraram o saco que a impedia de respirar, salvando a tartaruga.
       ­— Agora está tudo bem — disse Paulinha.
       — Vamos chamá-la de Estrelinha — sugeriu Tampinha.
       — Pode voltar para o mar, Estrelinha — falou Paulinha.
       Porém, a tartaruga foi dar uma voltinha pela praia, e foi andando, andando até sumir da vista das meninas.
     — Mas que perigo estes sacos plástico! — reclamou Bolacha, a menina cientista — precisamos fazer alguma coisa para prevenir este tipo de acidente com os animais.
       Então, as meninas foram até a prefeitura ter uma conversa com o Senhor Patonildo, o prefeito de Lindópolis. Bolacha, que entende de tudo um pouco, explicou ao prefeito sobre o perigo dos sacos e seus aliados (garrafas pets, canudos e tudo mais que é de plástico) quando jogados sem cuidados na natureza.
       — Os plástico demoram muito para se decompor, em torno de 450 anos. As bactérias e os fungos decompositores ainda não aprenderam como lidar com o plástico, que é novo na natureza. Quando jogados no meio-ambiente, viajam pelo mundo sobre as águas. Carregados pelas correntes marinha, se prendem a corais e são ingeridos pelos animais, que os confundem com alimento.  
       — Nossa, que perigo! — se assustou a Tampinha.
       — Então, meninas, devo tomar algumas medidas para mudar isso — disse o prefeito Patonildo, que é amigo da natureza.
     Ele decidiu que os mercados de Lindópolis não mais dariam sacolas plásticas aos fregueses. Agora, as pessoas trariam de casa suas sacolas para carregar as compras.
       — E quanto às garrafas PETS? — perguntou Paulinha — Estas são verdadeiras ameaças ao meio-ambiente.
      — Tomarei a seguinte medida: todas as fábricas de refrigerantes e sucos adotarão o sistema de garrafas retornáveis — respondeu o Senhor Patonildo.
       O prefeito acrescentou ainda:
       — Adotarei medidas de incentivo à reciclagem, criando mais usinas de reciclagem de lixo em nossa cidade.
       As meninas ficaram felizes com todas as decisões do Senhor Patonildo, mas Bolacha não poderia deixar de acrescentar:
       — E para diminuir o plástico na natureza, que tal se reduzíssemos o consumismo?
       — Isso mesmo, Bolacha! Reutilizar e consertar as máquinas e os utensílios domésticos reduz consideravelmente a quantidade de lixo. O meio-ambiente agradece — complementou o Sr. Patonildo.



     As meninas voltaram para a praia e encontraram seus amigos: Guaraná e Pirrixa. Então, após conversarem, eles decidiram catar o lixo da praia. Encheram cinco sacos com lixo plástico, cinco com latinhas e dois com garrafas de vidro.
      Passava por ali naquele momento, o Senhor Nestor, o reciclador. Vendo o empenho das crianças, ele comprou todo o material catado e levou para a sua usina de reciclagem. Com o dinheiro, as crianças compraram sorvetes para aliviar o calor da tarde.
      Passado uns tempos, as meninas caminhavam pela praia e que surpresa tiveram: saiam da areia muitas tartaruguinhas, dezenas delas,  que acabaram de nascer. Eram os filhotes de Estrelinha, a tartaruga marinha. Elas se arrastavam com dificuldade na areia, mas quando alcançavam o mar, ganhavam desenvoltura e nadavam velozmente.
       É a vida que renasce todo dia em nosso planeta Terra.  

FIM

PARA COLORIR



No universo existem bilhões de estrelas e várias tem sistemas planetários,
com planetas que, talvez, ofereçam condições para existir vida, mas de que adianta se nossa civilização não pode chegar lá...
Com a tecnologia de hoje, a impossível viagem levaria milhares de anos, 
muitas gerações se passariam, e sabe lá aonde iria chegar. Coisa de louco.
Por isso, vamos cuidar do planeta Terra, que é a nossa casa, 
o único lugar que temos para viver. 

Abraços!

 Para contactar o autor e publicar em livros, 
esta e outras histórias, envie email para turmadoguarana@hotmail.com